Blog

Últimas notícias automotivas

Semáforo: sinônimo de organização e proteção no trânsito

Recentemente a Avenida Sete de Setembro e a Rua Aureliano Pimentel tiveram os seus equipamentos desligados causando caos nas ruas da região.

Verde, amarelo, vermelho, três cores que se alternam em um tempo médio de 30 segundos. Certamente essa sequência é bem familiar para todas as pessoas, principalmente para quem todos os dias enfrenta o trânsito, seja nas grandes capitais ou em cidades de interior como São João del-Rei.

A Cidade dos Sinos conta hoje com uma grande quantidade de semáforos pelas ruas. Somente na região central são cerca de 20 espalhados pelos cruzamentos, sem contar os existentes nos bairros mais populosos como o Matosinhos e Fábricas. Além da organização das vias, o semáforo traz mais segurança para os motoristas, pedestres e ciclistas que circulam pelas ruas.

O primeiro semáforo

Em 10 de dezembro de 1868 na populosa Londres o primeiro semáforo entrou em operação. Muito diferente dos atuais, o pioneiro indicava apenas “pare” e “siga com cuidado”. Anos depois, mais precisamente em 1912, foi criada a primeira sinalização elétrica. E, mesmo rustico em uma caixa de madeira, as lâmpadas eram pintadas de verde e vermelho e sua luz passava entre aberturas feitas através da caixa.

Já em 1920 na cidade de Detroit um policial construiu vários semáforos com as cores verde, amarelo e vermelho e os colocou no alto das torres de transito. O seu formato e cores é praticamente o mesmo dos semáforos atuais.

São João del-Rei

Recentemente um caso envolvendo o semáforo chamou a atenção da população São-joanense. O cruzamento da Rua Aureliano Pimentel com a Avenida Leite de Castro, um dos mais movimentados da cidade, teve a sua sinalização desligada. Obviamente o caso gerou discussões e embates entre, pedestres, motoristas e autoridades.

No final, prevaleceu a segurança. O farol foi religado e voltou a trazer conforto para quem transita pelo o local todos os dias. Segundo Rubia Barbosa, todos os dias ela passa pelo local para chegar ao campus Dom Bosco e com a falta da sinalização ela como pedestre se sentia insegura para transitar pela via.

Um outro caso também chama a atenção dos cidadãos da Cidade dos Sinos. Um dos cruzamentos mais movimentados da cidade também sofre com o desligamento da sinalização. A avenida Sete de Setembro com Rua Tomé Portes possuía três semáforos. O local além de ser um dos pontos mais movimentados da cidade é também acesso para cidades vizinhas como Santa Cruz de Minas e Tiradentes.

Tomáz Henrique é funcionário de uma pastelaria localizada na Avenida Sete de Setembro e diz que o desligamento do sinaleiro há três semanas provocou muita confusão no transito na região, e que apesar de não ter presenciado nenhum acidente recente foi por pouco que vários não aconteceram.

“As autoridades alegam que não tem uma peça para arrumar o sinal. Se antes o pedestre já não tinha vez agora com o desligamento todos ficam sem saber o que fazer. Além de faltar o sinal para os motoristas, falta também para os pedestres. Está um caos,” ressaltou

Segurança

O equipamento foi criado com a finalidade de organizar o transito, controlar deslocamentos e também de dar segurança para todos aqueles que dele utilizam, mas o motorista é preciso estar sempre atento às regras que a sinalização exige.

É valido relembrar a função de cada luz emitida. O vermelho significa PARE, caso o motorista desrespeite essa regra poderá levar uma multa. Avançar o sinal vermelho é uma infração gravíssima e pode causar acidentes gravíssimos. O valor da multa, segundo o Código Brasileiro de Trânsito, é de R$191,54 além de 7 pontos na carteira.

Caso tal infração resulte em um acidente, lesão corporal grave ou até mesmo morte o motorista poderá responder criminalmente.

A luz amarela significa ATENÇÃO. Pode ser um costume do brasileiro, mas a tendência quando o sinal está amarelo e com um pouquinho de pressa é pisar no acelerador. A prática traz grandes riscos tanto para os motoristas quanto para os pedestres.

Já o Verde é o esperado SIGA. Sempre mantendo a atenção e cautela o condutor pode seguir sem preocupação.

 


Posts Recentes

Ruas de São João: Riscos e Cuidados para o seu bibi

O centro histórico da cidade com seu calçamento irregular exige cuidado redobrado dos motoristas.

Semáforo: sinônimo de organização e proteção no trânsito

Recentemente a Avenida Sete de Setembro e a Rua Aureliano Pimentel tiveram os seus equipamentos desligados causando caos nas ruas da região.

Frota São joanense registra aumento de 4%

Mesmo em tempos de crise e recessão a Cidade dos Sinos aumenta o número de emplacamentos

Número de veículos em São João del Rei cresceu 5% em um ano

Quantidade de veículos nas ruas são-joanenses continua aumentando

O Meu Bibi evoluiu

Versão 2.1 traz muitas novidades

>
scroll up